Filé à Milanesa – o original

Eis uma das coisas mais gostosas que eu já comi – note que eu não disse que eu já fiz, apesar de, obviamente tê-la feito. Mas o que você vai ver é que é tão simples e, afinal, eu só segui as instruções que me foram dadas, da forma mais fiel possível.

As instruções nós pegamos no programa do Olivier Anquier, num programa que ele fez em Milão, com o dono de um restaurante de 1800 e tralalá. Veja o vídeo aqui. A receita deles foi costeleta de vitelo, mas filé mignon normal funciona muito bem. (Eu até dei uma olhada por curiosidade no supermercado e óbvio não achei costeleta de vitelo; também não queria comprar nada congelado.)

Eu não vou nem montar uma lista de ingredientes porque é simplesmente óbvio: medalhões de filé mignon (com uns 3 cm – erre pra mais), 1 ovo, farinha de rosca e 2 colheres de sopa de manteiga. E acabou – não vai sal (cuidado porque a receita escrita no link está diferente do que é apresentado no vídeo; o vídeo é o certo).

O importante são as dicas: bata o ovo e deixe descansar por 1 minuto antes de passar na carne. Outra: você vai empanar apenas as duas superfícies maiores do bife. Não passe ovo bem farinha na lateral – essa parte não vai ser frita. Outra: fritar na manteiga e em fogo baixo. O fogo tem que ser baixo senão a manteiga queima (e vai por mim, dá certo, sem medo). E por fim, uma das mais impressionantes e sensacionais: não ponha sal. O sal fará com que a carne perca água, que vai empastelar o empanado e espirrar por causa da manteiga. Sem sal, não espirra nada – sua cozinha fica limpa e quase não faz fumaça. E o sabor fica ótimo. É simplesmente impressionante; ele não faz nenhuma falta.

(Dica adicional sobre quantidade: nós fizemos uma quantidade suficiente para 2 pessoas, o que ocupou a superfície da nossa frigideira – mas sem que os bifes se encostassem. Se você for fazer isso para mais gente, terá que renovar a manteiga a cada leva ou usar mais de uma frigideira; não tente reaproveitá-la, porque os resíduos de farinha acabam queimando.)

Mas voltando à nossa linearidade, para prepará-los, empane os bifes (apenas nas duas superfícies maiores) e frite, na manteiga, por 4 minutos de cada lado e sirva. (Não tem que por em papel nem nada – sirva direto e coma quente.) Você vai notar que nesse tempo, a carne vai ficar ao ponto, com o meio rosado.

O vídeo vale a pena. Eles explicam também a origem do empanado à milanesa. Veio junto com o Marco Polo da China.

Para acompanhar fizemos um risoto de cogumelos secos (os famosos funghi) com cebolinha da horta. E também uma coisa que ficou muito gostosa, mas que você não deve fazer muito – usamos o ovo e a farinha que sobraram para fazer uma minifarofinha com a manteiga que sobrou na frigideira. Bom proveito!

Anúncios

Um comentário em “Filé à Milanesa – o original

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s