Pão de aveia mel e passa sem sova

Mais um para a série Pães sem sova do livro (Kneadlessly simple), daqueles que descansam por horas e não precisa de sova. Uma explicação mais detalhada pode ser encontrada no post Pão sem sova – adaptado ao Brasil.

Esse é o segundo pão de aveia sem sova que postamos. O primeiro era um pão que levava mel, mas era mais salgado que dava tanto para café da manhã quanto para lanches. Esse é um pão é mais adocicado, ótimo para café da manhã. A autora do livro sugere fazer sanduiche com pasta de amendoim com ele. Com manteiga, requeijão e até puro ele vai super bem!

Apesar de adocicado não é um pão cheio de açúcar e leva pouca gordura. Além disso, tem a querida aveia, rica fonte de fibras, ótima para a saúde. Ainda é possível transforma-lo em um pão mais integral substituindo um pouco da farinha branca por integral.

Como a massa leva canela, que é um inibidor do fermento, a receita leva um pouco mais de fermento do que o normal.

– 2 3/4 xícaras de farinha branca (para torná-lo intregral substitua 1 das  xícaras de farinha branca por farinha integral)
– 1 xícara de aveia
– 1 1/4 colher de chá de canela em pó
– 1 1/2 colheres de chá de sal
– 1/2 colher de chá de fermento biológico seco (No livro a medida é 1 1/4 colheres de chá, se você estiver nos Estados Unidos deve tentar com essa medida)
– 1/2 xícara de mel
– 2 colheres de sopa de óleo vegetal (+ um pouco para untar a massa)
– 1 1/2 xícaras de água gelada (por volta de 10ºC, coloque umas pedras de gelo e espere derreter ou pegue da geladeira mesmo)
– 1 xícara de passas (hidrate as passas com água quente, coe e seque-as antes de usa-las)

Primeira etapa:
Numa tigela grande misture todos os ingredientes secos: farinha, aveia, sal, fermento e canela. Em um copo de medida bata o mel, o óleo e a água. Jogue a mistura líquida na tigela e misture com uma colher grande (de pau) raspando das beiradas para o centro até a massa ficar uniforme. Se a massa estiver muito seca adicione um pouco de água, a massa fica grudenta e não pode ficar muito seca, pois a aveia absorve água.

Passe óleo vegetal na superfície da massa para que ela não resseque durante o longo período de descanso que se iniciará. Tampe a tigela com filme plástico. Para um sabor mais apurado ou por conveniência, coloque a massa na geladeira por 3 a 10 horas. Essa fase da geladeira é opcional, faça se for conveniente. Tire a massa da geladeira ou se você pulou essa etapa coloque direto a massa em temperatura ambiente e deixe ela crescer por 12 a 18 horas (repare que você pode ir dormir, tirar a massa da geladeira de manhã quando acordar e sair pro trabalho…). Se você estiver fazendo o pão no inverno (ou temperatura abaixo de 20 graus) embrulhe a tigela num cobertor.

Segunda etapa:
Misture a massa adicionando as passas até que elas sejam incorporadas à massa. Se a massa estiver muito mole acrescente farinha até obter uma consistência mais firme,  difícil de ser misturada. Usando uma espátula untada, dobre  as bordas da massa para o centro, isso organiza o glúten para colocar a massa na forma. Unte uma forma de pão (23cm x 13cm) com margarina e coloque a massa na forma e precione-a para distribuir bem a massa na forma. Se quiser, faça um corte longitudinal na massa com uma tesoura ou faca untada. Cubra a forma com filme plástico.

Deixe a massa descansar por mais 11/2 a 3 horas em temperatura ambiente. Para acelerar esse processo você pode colocar a massa dentro do microondas junto com 1 xícara de água fervente e deixar por 1 minutos a 2 horas (não é pra misturar a água na massa, mas deixar a água numa tigela separada só para esquentar o ambiente). A massa deve crescer e quase alcançar a borda da forma. Se você não tiver tempo para deixar ela crescer e depois assar, pode colocar na geladeira por 4 a 24 hs. Depois tire da geladeira, e faça todo o processo para ela descansar e crescer. Polvilhe açúcar e canela para enfeitar.

Prepare-se para assar:
15 minutos antes de assar coloque a prateleira do forno na posição mais baixa e aqueça o forno a 190ºC.

Asse:
Coloque a forma no forno e asse por 35 a 40 minutos ou até o pão ficar corado. Cubra com papel alumínio e asse por mais 30 a 40 minutos. Insira um palito no centro do pão, se sair limpo, retire do forno. Se sair com alguns poucos pedacinhos da massa grudados no final do palito, asse por mais 5 a 10 minutos. Se você tiver um termômetro instantâneo, verifique se o centro do pão registra 98˚C a 99˚C e asse por mais 5 minutos para ter certeza de que o centro está assado. Deixe esfriar por 15 minutos e desenforme.

Sirva e guarde:
Espere o pão esfriar completamente para cortá-lo e guardar. O pão não corta direito se estiver morno. Pode ser guardado em um saco plástico sem ar dentro, ou com a menor quantidade de ar que você conseguir, por  3 a 4 dias em temperatura ambiente. Também pode ser congelado no saco plástico, a vácuo, por 2 meses.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s