Pastinhas Sírias

Taratour bi tahine – Pasta de Tahine
2 dentes de alho amassados
1/2 colher de chá de sal (e mais sal a gosto)
3/4 xícara (185 mL) tahine
1/3 xícara (90 mL) água fria
1/3 xícara (90 mL) suco de limão
4 colheres de sopa de salsa italiana picada

Misturar tudo até formar uma pasta (no processador adicionar a salsa só no final). Rende 1 1/2 xícara (325 mL).

Pode ser servido com couve-flor e/ou pão sírio.

Talattouri – Pasta de Pepino com Coalhada

2 xícaras de coalhada seca (500 mL)
2 pepinos jovens bem picados
2 colheres de chá de sal (e mais sal a gosto)
2 dentes de alho amassados
3 colheres de sopa de hortelã bem picada
2 colheres de sopa de azeite de oliva
hortelã para decorar

Misturar bem o pepino com o sal e deixe descansar em uma peneira por 1 hora. Remover o excesso de líquido. Misturar o resto dos ingredientes depois em uma vasilha.

Baba ghanoush – Pasta de Berinjela
2 berinjelas médias com mais ou menos 350 g cada
2 dentes de alho picados
1/2 xícara (125 mL) de Tahine
5 colheres de sopa de suco de limão
1 1/2 colher de sopa de sal
2 colheres de sopa de azeite de oliva
3 colheres de sopa de salsa italiana picada
(aceita um pouco de pimenta síria)

Pré-aquecer o forno a 220°C (fica melhor ainda em forno a lenha ou churrasqueira). Coloque as berinjelas inteiras em uma forma e fure-as várias vezes com um garfo. Asse a berinjela no forno virando frequentemente por 30-40 minutos. A pele deve estar queimada se for feito na churrasqueira*. Deixe as berijelas esfriarem um pouco e retire a pele. Tire o talo, pique a polpa e coloque num escorredor por 30 minutos. Misture bem todos os ingredientes (pode ser feito no processador, mas o ideal é ser feito com garfo mesmo).

*Na churrasqueira a berinjela fica com um gostinho de defumado. Dá para improvisar no fogão e queimar a casca da berinjela na chama do fogão mesmo. Você espeta ela nuns palitos e vai virando. Ao final o calor da chama tb deve ter cozinhado por dentro e o palito começará a cair, sinal que está cozida.

Hummus bi tahine – Pasta de Grão-de-Bico

1 xícara (180 g) de grão-de-bico seco
3 xícaras (750 mL) de água
1 1/2 colheres de chá de sal (e mais sal a gosto)
1/3 xícara (85 mL) de Tahine
1/2 xícara (125 mL) de suco de limão
2 dentes de alho amassados

Para decorar:
1 colher de sopa de azeite de oliva
(aceita um pouco de casca de limão ralada)
salsa italiana picada
páprica picante

Deixar os grãos-de-bico de molho por até 12 horas. Escorra e seque bem. Ponha os grãos-de-bico em uma panela com água nova até cobri-los. Ferva e deixe cozinhar em fogo baixo por 1 hora. Adicione 1 colher de sopa de sal e cozinhe até deixá-los bem macios por mais ou menos 30 minutos. Escorra e reserve o líquido.

Remova as cacas do grão-de-bico. Uma ideia é espremê-los através de um escorredor (ou utensílio de fazer purê). Pode-se adicionar 2 colheres de sopa da água do cozimento no final para ajudar a separar o restante da casca.

Misturar o tahine e parte do suco de limão no purê de grão-de-bico. Fazer uma pasta do alho amassado com 1/2 colher de sopa de sal e misture ao purê. Ajuste a consistência e o sabor com o resto do suco de limão, líquido de cozimento e sal. Deve ser espesso e macio.

Depois de pronto coloque os ingredientes decorativos. Rendimento: 3 xícaras (750 mL).

Mhammarah – Pasta de Pimentão Vermelho

4 pimentões vermelhos (quanto mais maduros melhor)
1/2 xícara de nozes
2 dentes de alho amassados
suco de 1 limão
1 colher de sopa de xarope de romã
1 xícara de migalhas de pão torradas no forno (ou farinha de rosca torrada)
1 colher de chá de açúcar
3 colheres de sopa de azeite de oliva
1 cebola picada
1 colher de chá de pimenta síria
sal a gosto

Passar azeite nos pimentões e grelhá-los (de preferência na churrasqueira) até ficarem pretos. Depois colocá-los em uma tigelas e cobrir com plástico até esfriarem. Retirar a casca e as sementes e picá-los. Misturar os ingredientes no processador até ficar homogêneo. Depois ir adicionando azeite até ficar cremoso.

Anúncios

4 comentários em “Pastinhas Sírias

  1. Humm, parecem deliciosas. Com tantas delícias vai ficar difícil hospedá-los à altura. Vou ter que fazer estágio em Maringá.

  2. Oi Sandra,
    Desculpe a demora… Imagino que a essa altura você já conseguiu a sua receita (ou melhor seria dizer o “processo”) de se fazer a coalhada seca. Nós não postamos a receita porque quem fez foi meu pai. Na verdade, é simples. É um iogurte comum (dos feitos em casa) só que você tem que deixá-lo “secar”, isto é, coá-lo com um coador de pano ou um pano de prato mesmo na geladeira por uns dias até dar o ponto.
    Feito isso, você pode temperá-la com um pouco de alho e sal (como o alho é cru, tem que ser bem pouco mesmo, só pra dar um gostinho).
    Enfim, espero que ajude.
    Um abraço!
    Gustavo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s