[Meu] Bolonhesa

Já tem algum tempo que eu venho flertando com o propósito de entender o molho à Bolonhesa de verdade. Pelo menos o processo. Só que ao invés de ir em algum lugar e procurar uma receita, eu resolvi tentar entender o que ocorria com os melhores Bolonhesas que eu tinha comido e tentar reproduzir isso.
Na verdade, o único Bolonhesa inesquecível que eu comi – e que me leva a tentar produzir algo semelhante – é o de um restaurante chamado Macarronada Italiana, de Campinas. Não é só porque a parada virou rede e tem até em Shopping que a comida não pode ser boa. E é. A diferença básica está no fato de que não se pega um molho de tomate Pomarola e se adiciona um pouco de carne moída refogada. Os caras cozinham uma carne saborosa (normalmente mais dura) por horas em uma panela, com tomates e tudo o mais e sai aquele molho encorpado, forte e com a carne desmanchando.
Como eu disse, eu não fui pesquisar sobre como se faz molho em Bolonha. O resultado que eu obtive é delicioso (que olhar para a foto eu começo a salivar), mas duvido que tenha qualquer aderência com a proposta original. De qualquer forma, calhou de nós o apelidarmos de “o Bolonhesa” e, portanto, aqui, eu apresento o MEU Bolonhesa para quem quiser tentar.
Ingredientes:
– 400 g de Músculo cortado em cubos
– 200 g de Linguiça Calabresa Cozida (você compra assim no supermercado, perto das defumadas) cortada em fatias bem finas
– 5 ou 6 Tomates picados
– 1 Cebola grande picada
– 1 cabeça de Alho pequena picada
– 1 Cenoura grande picada
– 1 lata de Extrato de Tomate
– Manjericão a gosto
– Páprica Doce a gosto
– Páprica Picante a gosto
– Açúcar
– Sal
Vamos lá. Eu “roubei” em algumas partes. É claro que o certo é fazer isso numa panela grande, com fogo baixíssimo e durante o dia inteiro (quando a Priscila voltar a gente deve tentar fazer isso na croc-pot). Por conta disso, roubei também ao colocar o extrato de tomate,  mas vamos lá, a ideia é ser um pouco mais prático. Você vai precisar de uma panela de pressão.
Refogue o alho com um pouco de óleo e sal até ele ficar bem dourado, depois adicione a cebola e um pouco de açúcar e deixe ela bem dourada, sem queimar. Separe. Com um pouco de óleo agora refogue o músculo em fogo bem forte. Quando começar a formar aquela borra no fundo da panela, coloque a linguiça, o alho com a cebola, o tomate, a cenoura e misture bem, até remover a borra do fundo. Deixe um pouco para o tomate soltar água, enquanto você abre a lata de extrato. Coloque todo o extrato e um pouco de água para dissolvê-lo bem. Adicione os temperos (manjericão e pápricas) e complete com a água necessária para a pressão. Tem que ficar um pouco aguado. Misture bem e feche a panela. Deixe cozinhar por cerca de 35 minutos em fogo médio. Quando der o tempo, abra a panela e veja como está o molho. O ponto é um caldo espesso com aspecto de saboroso. A carne deve estar desmanchando, você não deve ver nenhuma cebola e as cenouras vão estar lá, mas bem moles. A linguiça não desmancha. Se for preciso feche a panela e deixe mais um pouco. Se tiver muita água, cozinhe mais um pouco com a panela aberta, reduzindo o molho até atingir o ponto necessário.
Sirva com uma massa fresca e não esqueça do Parmesão. Fica muito mais gostoso.
Anúncios

2 comentários em “[Meu] Bolonhesa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s