Risoto Verde com Vieira

Na quinta-feira, enquanto comíamos um prato tailandês delicioso num restaurantinho meio caído, mas gracinha, em Indianápolis, tivemos a ideia de fazer um prato misturando o capim-limão com o coentro do macarrãozinho tailandês. Estava uma delícia, embora tivemos que tomar quase 2 litros de água gelada; acho que o cozinheiro errou a mão na pimenta (e olha que era nível 3).

Bom, o que surgiu foi um risoto de capim-limão com coentro. Para acompanhar passamos por “um filé mignon sangrando”, mas acabamos com Vieiras, já que estamos nos EUA e aqui essas coisas existem e são relativamente baratas (ao contrário do filé, que embora exista, não costuma ficar lá tão suculento assim para paladares brasileiros).

Consumê



– 2 Cenouras (com as folhas)

– 1 Tomate
– 1 Cebola
– 4 dentes de Alho
– 1/2 maço de Salsa Crespa
– 1/2 maço de Coentro
– 1 ramo de Capim-Limão
– Sal
– Gengibre

Coloque todos os ingredientes inteiros (sem descascar) em uma panela com bastante água e deixe ferver enquanto você prepara o resto das coisas. Quanto mais melhor; só não vá deixar a coisa virar uma canja.

Risoto

– Azeite de Oliva
– 1 copo de Vinho Branco (nós usamos o mesmo íamos beber com o jantar)
– 250g de Arroz Arbóreo
– 150 g de Queijo Brie de Ovelha (isso tinha num supermercado afrescalhado que a gente conheceu; seja criativo e encontre um queijo adequado; a ideia é que ele seja cremoso, branco e não muito forte)
– Cebolinha (daquelas fininhas) picada

– Talos de Coentro

– Capim-Limão em pó (você pode usar chá de Erva Cidreira, que por sinal, é a mesma coisa)

– Sal

– Queijo Parmesão ralado


Em uma panela alta com fundo largo, aqueça o azeite e frite o arroz (encerramos a fritura quando começou a subir um leve cheiro de pipoca). Acrescente o vinho e mexa bem até o arroz absorvê-lo todo. Utilize uma caneca ou medidor com alça para pegar o equivalente a um copo do consumê e jogue no arroz, sempre mexendo bem (daqui para o final o arroz tem que ser mexido o tempo todo). Conforme a água seca, vá acrescentando mais um copo até o arroz ficar ao dente. Não deixe a última “água” secar por completo; essa é a hora de misturar o queijo e os outros ingredientes. Continue mexendo até dar o ponto. Polvilhe o parmesão antes de servir.

Vieira

– 300 g de Vieira (ou qualquer coisa que você ache que combine)
– Suco de 1 Limão
– Páprica

– Pimenta Preta

– Sal

– Óleo de Amêndoa (a gente usou porque a gente tinha na mão um pote de pasta de amêndoa (tipo pasta de amendoim, sabe?) com um óleo em suspensão, mas a ideia original era usar manteiga)

Misture todos os ingredientes menos o óleo em uma tigela e deixe a Vieira marinando enquanto você prepara o Risoto. Numa frigideira, aqueça bem o óleo e frite as Vieiras por 3 a 5 minutos até ficarem opacas. Polvilhe um pouco mais de páprica e pimenta para enfeitá-las.

Capriche na apresentação e sirva com vinho branco. Nós compramos um australiano Lexia (nunca tinha visto antes) e ficou ótimo. Serve 2 pessoas, mas sobra muito consumê, que provavelmente vai virar uma sopa oriental daquelas aguadinhas com umas bolinhas flutuando (aguarde a semana que vem).

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s